Quando o(a) filho(a) perde o direito à pensão alimentícia? - Capelin Advocacia – Escritório de Advocacia em Londrina – Paraná
slideslide
Capelin advocacia
EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTO EM:
|

 

 

 

 
 

Quando o(a) filho(a) perde o direito à pensão alimentícia?

12 de outubro de 2021

Saiba se a pensão alimentícia poderá ser cessada automaticamente quando o alimentado atingir a maioridade ou em alguma outra hipótese.

 

A possibilidade mais comum para cessar o pagamento da pensão alimentícia é a maioridade civil do alimentado(a), ou seja, quando este atinge os 18 anos de idade.

 

Mas, cuidado!

 

O pagamento da pensão alimentícia NÃO cessa automaticamente. O alimentante (quem paga a pensão), deve entrar com um processo denominado Exoneração de Pensão Alimentícia, para que seja determinado judicialmente a sua desobrigação.

 

Por isso, caso o alimentante não tenha realizado o processo de exoneração da pensão alimentícia, ele continuará obrigado a realizar os pagamentos, correndo o risco de sofrer processo de execução, seja pela prisão civil ou pela penhora de bens.

 

Caso o alimentado esteja cursando pré-vestibular, ensino técnico ou superior, a pensão alimentícia poderá ser mantida até os 24 anos. Contudo, desde que o alimentado não possua meios de se sustentar, quando se deverá fazer uma análise do caso concreto.

 

Além da maioridade civil, existem outras hipóteses em que é cabível a exoneração da pensão alimentícia, como, por exemplo, para o filho emancipado, quando o alimentado possui meio de prover o seu sustento, pelo casamento do alimentado, entre outros.

 

E se a filha ficar grávida? Neste caso, somente com a gravidez, a pensão alimentícia não cessaria, desde que a filha não esteja convivendo em união estável.

 

Quando não for cabível a exoneração, o alimentado poderá analisar a possibilidade de solicitar a redução do valor da pensão alimentícia, por meio de uma revisão dos critérios de possibilidade do alimentante, necessidade do alimentado e proporcionalidade (aquele genitor que possui maiores condições, contribui com um valor maior).

 

Entretanto, seja qual for a razão, o alimentante somente ficará desobrigado do pagamento por meio de decisão judicial.

 


 

  Veja Mais

Não gostei da compra que realizei, posso cancelar?

O direito de arrependimento deve ser exercido no prazo legal, de modo que os valores eventualmente pagos deverão ser devolvidos de imediato, com atual

Saiba mais 

Você tem ou conhece alguem que possui problema na coluna?

Os problemas na coluna são uma das maiores causas que impedem o trabalhador de continuar exercendo suas funções laborais, seja por acidente de trabalh

Saiba mais 

Nunca contribuí para o INSS, posso receber algum benefício?

O Benefício Assistencial não exige qualquer contribuição para a Previdência Social e está garantido no artigo 203, inciso V, da Constituição Federal e

Saiba mais 

Alimentos gravídicos

Saiba como funciona o direito a pensão alimentícia durante a gravidez.

Saiba mais 

Benefício por incapacidade

Saiba o que fazer ao ter seu benefício por incapacidade (auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez) negado pelo INSS.

Saiba mais 

Alienação Parental

Entenda o que é a alienação parental e como a lei pode ser aplicada nesses casos.

Saiba mais 
Exibindo de 7 a 12 resultados (total: 45)
Tecnologia do Google TradutorTradutor