slideslideslideslide
Capelin advocacia
EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTO EM:
|

 

 

 

 
 

Benefício por incapacidade: Auxílio-doença e Aposentadoria por Invalidez

O auxílio por incapacidade é um benefício concedido pelo INSS ao contribuinte que está impossibilitado de trabalhar por motivo de doença, acidente ou recomendação médica.

 

O que é o auxílio-doença?

 

O auxílio-doença é um benefício previdenciário pago ao contribuinte que estiver temporariamente incapacitado para o trabalho, podendo requerer a prorrogação do benefício, nos 15 dias antecedentes a cessação, se ainda não estiver em condições de retornar ao emprego.

 

Quais os requisitos para receber o auxílio-doença?

 

A Lei nº. 8.213/91 diz que, para ter direito ao benefício de auxílio-doença, agora chamado de benefício por incapacidade temporária, a pessoa precisa cumprir alguns requisitos, quais sejam:

 

 Carência: É necessário ter ao menos 12 meses de contribuição mensais e consecutivas com o INSS, exceto nos casos previstos em Lei, doenças profissionais, acidentes de trabalho ou de qualquer natureza.

 

A carência é o número de contribuições mensais necessárias para que o contribuinte tenha direito ao benefício. Se o contribuinte perdeu a qualidade de segurado, deverá realizar o pagamento de 6 (seis) prestações mensais consecutivas.

 

 Qualidade de segurado: É o tempo que o segurado fica vinculado a Previdência Social, mesmo após o desemprego. Esse período em que a pessoa continua segurada pelo INSS pode variar de 12 a 36 meses após a última contribuição, dependendo de cada caso.

 

 Incapacidade temporária: A incapacidade para o trabalho deve ser superior a 15 dias.

 

Em algumas atividades laborais podem haver diferenças no pagamento do benefício, como por exemplo para os empregados domésticos, quando o INSS pagará o benefício desde o primeiro dia de afastamento.

 

Vale mencionar que o segurado deve sempre guardar seus documentos médicos (atestados médicos, receitas, prontuários, notas fiscais), possibilitando, assim, uma melhor verificação de direito ao benefício.

 

Preenchendo os requisitos, a pessoa passa a ter direito ao recebimento do benefício por incapacidade (auxílio-doença) até que seja superada a inaptidão para o trabalho.

 

Quais doenças não exigem a carência para concessão?

 

Algumas doenças não exigem o requisito da carência para que seja concedido o benefício, ou seja, o contribuinte não precisa das 12 contribuições para receber o benefício por incapacidade. De tal modo, as doenças são:

 

 Neoplasia maligna – (Câncer);

 Cegueira;

 Paralisia irreversível e incapacitante;

 Cardiopatia grave;

 Doença de Parkinson;

 Espondiloartrose anquilosante;

 Nefropatia grave;

 Tuberculose ativa;

 Transtornos mentais: distúrbios como depressão, transtorno afetivo bipolar, autismo, esquizofrenia, entre outros;

 Hanseníase;

 Doença de Paget;

 HIV – Síndrome da deficiência imunológica adquirida (AIDS);

 Contaminação por radiação;

 Hepatopatia grave.

 

Quando o benefício pode ser convertido em aposentadoria por invalidez?

 

Nos casos de ser constatada a incapacidade permanente para o trabalho, o benefício a ser concedido será a aposentadoria por incapacidade permanente (aposentadoria por invalidez).

 

Para a aposentadoria por incapacidade permanente, o segurado deverá realizar a perícia médica a cada 2 (dois) anos, devendo aguardar a convocação do INSS.

 

O que fazer se o INSS negar meu benefício?

 

Caso o benefício seja negado pelo INSS, o contribuinte segurado poderá recorrer à Justiça para buscar a concessão de seu benefício. No processo judicial, será realizada uma nova perícia, com médico perito designado pelo juiz e sem vínculo com a autarquia.

 

Procure o auxílio de um advogado especialista em direito previdenciário!

 


 

Aparecido Capelin Netto

Advogado Previdenciário

 

  Podemos ajudar? 
Envie sua mensagem ou agende um horário com nossos profissionais.


 

 ()*
  Veja Mais

Clique aqui e confira mais detalhes sobre

Saiba mais 

Banco deve indenizar por desconto indevido em benefício do INSS

Instituição financeira é condenada a restituir em dobro os valores descontados do benefício previdenciário de homem aposentado por invalidez e indeniz

Saiba mais 

Pensão por Morte

Veja quem tem direito a Pensão por Morte e como o benefício ficou após a reforma da previdência.

Saiba mais 

O INSS negou meu benefício. O que devo fazer?

Veja o que fazer diante da recusa do INSS em conceder o auxílio-doença.

Saiba mais 

O que é uma assessoria jurídica empresarial?

Conheça as vantagens e a importância de contar com uma assessoria jurídica empresarial. A proteção do seu negócio deve estar em primeiro plano, evitan

Saiba mais 

Descontos em contas bancárias sem autorização

Muitas instituições financeiras vêm realizando descontos ilegais nas contas bancárias dos consumidores. Por isso, saiba quando os descontos em contas

Saiba mais 
Exibindo de 1 a 6 resultados (total: 27)

  Deixe seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário
Tecnologia do Google TradutorTradutor