slideslideslide
Capelin advocacia
EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTO EM:
|

 

 

 

Cobranças indevidas na conta de energia elétrica

Os contribuintes podem requerer a restituição do ICMS cobrado indevidamente sobre as tarifas TUSD e TUST dos últimos 5 anos nas faturas de energia elétrica.

 

Como funciona a restituição do ICMS nas faturas de energia elétrica?

 

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é um imposto de competência dos Estados e do Distrito Federal, incidindo sobre a circulação de mercadorias, transporte interestadual, comunicações, entre outros.

 

 

Esse imposto é ilegalmente cobrado sobre as tarifas TUSD (Tarifa de Uso do Sistema de Distribuição) e TUST (Tarifa de Uso do Sistema de Transmissão) nas contas de energia elétrica.

 

O ICMS deveria incidir somente sobre a energia elétrica consumida e não sobre as duas tarifas citadas.

 

Isso faz com que tenha um aumento considerável no valor final das faturas de energia elétrica em detrimento dos consumidores.

 

 

 

 Atenção!!! O consumidor somente poderá cobrar a restituição dos últimos 5 anos a partir do ajuizamento da ação judicial, ou seja, deve buscar seu direito o quanto antes para obter uma maior restituição.

 

O STJ definiu que o ICMS não incide sobre as tarifas de uso e distribuição de energia elétrica, visto que o fato gerador do imposto é o momento do efetivo consumo pelo consumidor/contribuinte.

 

Diante do entendimento pacificado, a base de cálculo do imposto é o valor da fatura final, ou seja, da energia efetivamente consumida pelo contribuinte.

 

A restituição vale para todos?

 

Sim, a restituição do ICMS cobrado indevidamente nas faturas de energia elétrica vale para todos, inclusive para imóveis alugados. Lembrando que o ajuizamento se dá em nome da pessoa que consta na fatura de energia.

 

Portanto, trata-se de cobrança indevida realizada nas faturas de energia elétrica, majorando indevidamente seu valor, sendo cabível a restituição dos valores cobrados nos últimos 5 anos.

 

Vale ressaltar que o processo pode ser ajuizado nos Juizados Especiais, não havendo a necessidade de pagamento de custas iniciais.

 

Para solicitar a restituição, o consumidor deverá procurar um advogado, que reunirá todas informações e documentos necessários para realizar o procedimento judicial.

 


 

  Podemos ajudar? 
Envie sua mensagem ou agende um horário com nossos profissionais.


 

 ()*
  Veja Mais

8 Questões sobre a guarda compartilhada

A guarda compartilhada estabelece os direitos, deveres e o tempo de convívio com cada um dos pais ou responsáveis, que deverá ser da forma mais equili

Saiba mais 

Salário-maternidade: O que é, quem tem direito e qual o valor

O salário maternidade é um benefício pago durante 120 dias, para a pessoa que se afasta de suas atividades devido ao nascimento de filho (a), aborto n

Saiba mais 

Empreendorismo e a formalização da atividade empresarial

A formalização da atividade empresarial é o momento em que a empresa "nasce" para fins jurídicos, embora possa responder por atos praticados antes des

Saiba mais 

Principais dúvidas sobre a Pensão Alimentícia

Dúvidas sobre a Pensão Alimentícia? Confira o que é, quem tem direito, como funciona, de que maneira fazer o pedido e muito mais!

Saiba mais 

O que é o Benefício Assistencial ao Idoso e à pessoa com deficiência (BPC / LOAS)

O BPC / LOAS é um benefício assistencial de um salário mínimo pago aos idosos ou às pessoas com deficiência que não possuam meios de se sustentar. Con

Saiba mais 

Auxílio-doença: O que é, requisitos e quem tem direito ao benefício

O auxílio-doença é um benefício devido ao segurado que estiver com incapacidade temporária para o trabalho. Sua concessão depende do preenchimento de

Saiba mais 
Exibindo de 13 a 18 resultados (total: 22)

  Deixe seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário
Tecnologia do Google TradutorTradutor